Estação de metrô de São Paulo (SP) terá geradores de energia solar em 2025

Estação de metrô de São Paulo (SP) terá geradores de energia solar em 2025

Sistema de geração fotovoltaica será instalado na Estação Ipiranga e pretende reduzir consumo de energia em 39%

A Estação Ipiranga, linha do metrô com obras previstas para conclusão em 2025, terá a geração de energia solar como responsável por sua alimentação elétrica. 

Localizada na cidade de São Paulo (SP), a estação será uma das primeiras a utilizar o novo sistema de geração fotovoltaica, podendo gerar cerca de 25 MWh por mês, valor que corresponde a aproximadamente 39% da demanda de uma estação de monotrilho.

A iniciativa visa trazer uma melhor eficiência energética para o Metrô, além de reduzir os custos operacionais. Segundo o Relatório Integrado do Metrô, serão 522 módulos com uma potência próxima à 208 kW pico. 

O monotrilho da Linha 15-Prata será no tramo oeste, está prevista a construção da estação Ipiranga e permitirá uma melhor distribuição dos passageiros através da integração com a Linha 10-Turquesa.

Monotrilho é um sistema de transporte sobre pneus, com tração elétrica, que corre “abraçado” a uma viga de concreto e possui característica de movimentação diferente dos trens convencionais, que correm em contato com trilhos de aço.

Serão instalados módulos fotovoltaicos na cobertura da estação que, além de abrigar os painéis solares, também acompanhará faixas em vidro que permitem um melhor aproveitamento da luz solar, diminuindo ainda mais o consumo de energia elétrica. 

O Metrô irá acompanhar o funcionamento desta solução solar para que possa ser implantada em outras estações futuramente nas estações elevadas da Linha 1-Azul e 3-Vermelha.

Deixe um comentário